BACTÉRIAS AERÓBICAS E ANAERÓBICAS

Bactérias Aeróbicas e Anaeróbicas
Bactérias Aeróbicas e Anaeróbicas

BACTÉRIAS AERÓBICAS E ANAERÓBICAS


Um resumo bem legal, acredito que lhe será útil. Bactérias Aeróbicas e Anaeróbicas

Para quem está ou pretende montar um aquário marinho, com peixes, corais e outros invertebrados é muito importante ler este artigo bem como sobre bactérias Nitrificantes e Desnitrificantes que está na outra página, que após a compreensão dos textos ficará sabendo como funciona o Ciclo do Nitrogênio.

As bactérias aeróbicas e anaeróbicas ficam, em sua maior parte, no substrato e são elas que vão garantir um equilíbrio biológico no aquário.

São elas que irão colaborar, juntamente com outros filtros, na decomposição de matéria orgânica.

Bactérias Aeróbicas necessitam do oxigênio para sobreviver.

Bactérias Anaeróbicas NÃO necessitam do oxigênio e luz, usam a fermentação ou quimiossíntese.

Ambas as bactérias obtém o mesmo valor energético necessário para sua sobrevivência.

Lembrando que as bactérias que absorvem o oxigênio expelem o gás carbônico e as bactérias que utilizam a quimiossíntese expelem o oxigênio.

Todos os seres vivos, sejam eles vertebrados ou invertebrados necessitam de respiração, que acontece nas células, e quando esta respiração ocorre com oxigênio, significa que são seres aeróbicos.

Quando a respiração ocorre pela fermentação, sem oxigênio ou escasso, chamamos de seres anaeróbicos.

As bactérias anaeróbicas (que não necessitam de oxigênio e luz) obtém sua energia consumindo o nitrato.

Simplificando, bactérias aeróbicas (nitrosomonas) são as nitrificantes, isto é transformam a amônia em nitritos e depois para nitratos.

Bactérias anaeróbicas são as desnitrificantes (nitrobactérias) que utilizam o nitrato para produzirem nitrogênio gasoso que retornará à coluna d’água.

No aquário marinho ou mesmo de água doce, não se deve atribuir o trabalho somente às bactérias de retirar o excesso de matéria orgânica, utilizam-se filtros, Skimmer e outros meios que devem ficar no Sump (p/marinho). Exceto no período de Ciclagem.

Resumo: O excesso de matéria orgânica se dá pelos habitantes do aquário ou mesmo mortos; os excrementos dos animais; sobras de alimentos e outros.

As bactérias decompositoras transformam esta matéria em Amônia que posteriormente as bactérias Nitrosomonas oxidam a amônia transformando-a em nitrito, processo que se chama Nitrificação, feito de forma aeróbica, para adquirirem energia para sua sobrevivência.

O nitrito resultante é processado pelas bactérias do gênero Nitrobacter que superoxidam o nitrito transformando-o em nitrato.

Sem o Fosfato estas bactérias não conseguem esta tarefa.

Dica legal: Se você já entendeu até aqui e vai montar o aquário marinho, iniciar o Ciclo do Nitrogênio lembre-se de que para o progresso das bactérias é necessário colocar um pouquinho de comida, 2 x por semana (como se já tivesse um peixe lá), visto que elas não irão progredir sem o Fosfato, presente na comida (ração). Deixar as luzes apagadas durante a ciclagem.

Se você tem algo a comentar sobre bactérias Aeróbicas e Anaeróbicas, por favor, mande um email.

Veja também sobre corais Duros, Moles ou Softs. Recifes de Corais e muito mais…



Para alimento de corais, peixes, invertebrados e MUITO MAIS Clic Aqui.

8 comentários sobre “BACTÉRIAS AERÓBICAS E ANAERÓBICAS

  1. Interessante, mas alguns conceitos estão errados ou confusos. Bactérias anaeróbicas realmente não necessitam de oxigênio para sobreviver, mas isso não significa dizer que são necessariamente seres quimiossintetizantes. Estas bactérias também podem realizar respiração anaeróbica, processo completamente diferente da fermentação, e que em nenhum momento foi citada no texto. Além disso, nem todas as bacterias anaeróbicas obtem energia pela oxidação ou “consumo” do nitrato, compostos sulfurados, o próprio enxofre, e outros compostos nitrogenados também podem ser utilizados.

  2. Quanto ao ciclo do nitrogênio, as bactérias nitrificantes podem ser classificadas em dois grupos: as bactérias nitrosantes, como as nitrosomonas, que convertem amônia em nitrito, e as bactérias nitratantes, que convertem o nitrito produzido pelas nitrosomonas em nitrato. Como pode ser visto, ambos os gêneros, nitrosomonas e nitrobacter, são classificados como bactérias nitrificantes, sendo o processo nitrificação composto pelas duas etapas, nitrosação e nitratação. Além disso, bactérias desnitrificantes realmente são em sua maioria anaeróbicas, mas as nitrobacterias não são classificadas como tal. Outra curiosidade é que tanto nitrobacterias quanto nitrosomonas são seres aeróbicos e realizam quimiossíntese, processo que produz o seu próprio alimento, com consequente liberação de oxigênio para o meio. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.