BLUE TANG

Blue Tang

Blue Tang

BLUE TANG



O nome daquele peixe azul do desenho Procurando Dory se chama Blue Tang popularmente (Paracanthurus hepatus), ou Cirurgião-patela bem como Tang-patela.Para quem assistiu “Procurando Nemo” e agora vai assistir “Procurando Dory”, certamente vai querer ter um Blue Tang em seu aquário.

É da família Acanturídeos que poderá crescer até 25 cm no aquário marinho, normalmente é vendido com apenas 5 centímetros de comprimento. A expectativa de vida é de 10 anos ou mais. Se você for comprar um maior que 5 cm deverá ser o último a habitar o aquário comunitário, pois ele irá criar hábitos territorialista se for o primeiro. É um dos Tangs que crescem bem rápido e comem bastante.

Com aproximadamente cinco anos de idade já deverá chegar aos 25 centímetros.

Este peixe vive em corais, ao longo do Indo-Pacífico, e pode ser visto nos recifes do Leste da África, Havaí, Japão, Samoa, África Oriental, América do Norte e Caribe, Nova Caledônia e na Grande Barreira de Coral (Austrália).

É um peixe muito bonito, pacífico, comedor de algas (herbívoro), mas que também aceitas alimentos em geral (onívoro), porém algas são essenciais ao desenvolvimento deste peixe, como por exemplo: Caulerpa, Spirulina, Nori,Alimentos vegetais congelados, algas filamentosas, artêmias, fatias pequenas de lulas, brócolis, micro e macroalgas, espinafre, ervilhas, e muitos outros especiais vendidos em lojas de aquarismo. Quanto mais comida verde melhor.

Somente um da espécie pode ser colocado no aquário marinho, que por sua vez deverá ser maior de 200 litros, onde poderá se esconder nas rochas e também nadar livremente, pois é ativo. Use o bom senso para definir se seu aquário já não tem habitantes suficientes para ser considerado pequeno. Para reprodução do Hepatus é necessário um espaço bem maior, pois é preciso muitas fêmeas para formar um harém, é preciso um aquário grande somente para este fim, porém sem técnicas avançadas torna-se impossível a reprodução caseira, é preciso saber alimentar os alevinos com componentes do plâncton e outros. É uma espécie dioica (2 sexos separados), fecundam os ovos externamente.

Embora ele irá consumir todo tipo de comida oferecida aos peixes do aquário, inclusive que vendo neste site, é preciso alimentá-lo com algas para fortalecer seu sistema imunológico, visto que são suscetíveis à algumas doenças, principalmente íctio, bem como reduzir sua agressividade. Estas algas deverão ser oferecidas pelo menos 3 vezes por semana.

Como o Blue Tang é mais suscetível à algumas doenças do que outros peixes, prestar atenção na hora da compra ou mesmo deixa-lo em quarentena para garantir que sua saúde esta boa. O íctio é uma das principais doenças que acometem estes Tangs.

Como é um peixe que vive em recifes, seu aquário poderá ter vários corais, inclusive ele poderá adotar alguma colônia como território e defende-la.

Sua cor azul “royal” vibrante, “azul vivo”, com manchas pretas, chama a atenção do espectador, a cor amarela proeminente na cauda forma um símbolo parecido com o osso do joelho humano, daí seu o nome “patela”. A cor preta começa nos olhos, traça a linha dorsal até a cauda. Em sua calda contém uma lâmina cortante que usa para se defender de predadores, que com movimentos rápidos de 80 graus ferem fortemente seus agressores com o golpe por vezes mortal. Este golpe pode ferir (cortar) a pele da mão do aquarista desavisado.

A cauda apresenta um amarelo que contrasta com o restante do corpo. Há poucos relatos que seria Tang Paleta e não Patela, referenciando a paleta de um pintor devido sua forma ovalada, o que para mim se ajusta melhor.

Começam a vida com a cor amarela passando para misturado com azul, mas depois ficam totalmente azuis com suas peculiaridades. Também chamado de Hepatus ou Regal Tang.

Tangs são comumente chamados de Surgeonfish (cirurgiões) ou Doctorfish (Peixes médicos), na verdade há uma grande família de cirurgiões, que levam este nome devido à cauda pontiaguda lembrando um bisturi de médico cirurgião.

Blue Tang (nome em inglês) tem o corpo é oval e achatado. Eles têm uma espinha amarela na lateral do seu corpo perto de sua cauda que eles usam em seus predadores para defesa e ataque.

Estando a água com parâmetros ideais (veja respectiva página neste site), não há problemas para se ter no aquário, é um peixe de fácil manutenção, é de fácil adaptação no aquário, considerado apenas semi-agressivo e bem resistente. O Paracanthurus hepatus, ou Blue Tang é um peixe tranquilo que poder ser colocado em um aquário comunitário, com outras espécies de peixes e muitos corais. Basicamente PH entre 8 a 9, densidade 1023 a 1025, aceita temperaturas entre 25 a 27ºC., forte iluminação e circulação d’água. Os parâmetros deverão estar estáveis.

Vi relatos de aquaristas que o Blue Tang atacou alguns peixes, invertebrados e comeu corais. Em minha opinião talvez o peixe não tenha vindo de um criadouro, ou algo errado no aquário fez o peixe ficar extremamente estressado, pois não é comum este acontecimento. Talvez comeu alguns corais porque em sua dieta tem que haver algas, comem o fitoplâncton (mas também o zooplâncton). Existem comidas especializadas a venda em lojas de aquarismo.

O Blue Tang também pode ficar beliscando os corais, não para comê-los e sim para procurar algas que ficam enroscadas nestes. Não perturba caracóis, caranguejos e outros invertebrados.

É importante lembrar que todos os peixes devem ser alimentados cerca de 3 a 4 vezes por dia, sempre em poucas quantidades que devem ser consumidas por volta de 1 minuto, evitando ao máximo sobras de comida.

Antes de colocar o Blue Tang no seu aquário, lembre-se de fazer a devida aclimatação (ver matéria neste site), inclusive primeiro alimentar os peixes que já estão no aquário, para receber o novo habitante sem agressões. Apague as luzes no 1º dia. É normal se após a introdução deste Tang no aquário ele ficar entocado por até 2 dias, e se houver peixes maiores e mais ativos no aquário ele poderá demorar mais tempo entocado, mas conforme o tempo vai passando ele vai se adaptando e começará a nadar no aquário com mais frequência, neste momento a alimentação mais próxima a ele é melhor.

Se você tem algo a acrescentar sobre o Paracanthurus hepatus, ou Blue Tang, utilize o espaço abaixo. Obrigado



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.