BOMBA DE CIRCULAÇÃO

BOMBA DE CIRCULAÇÃO

BOMBA DE CIRCULAÇÃO

BOMBA DE CIRCULAÇÃO



Em todo o texto eu uso o termo Bomba de Circulação, mas que na verdade chama-se Wave Maker.

Há quem diga que colocar as bombas de circulação no aquário marinho é uma arte, o que eu concordo plenamente, pelos aspectos que envolvem tal tarefa, abaixo vou comentar vários itens que deverão ser observados pelo aquarista.

O principal objetivo de colocar bomba de circulação no aquário marinho é movimentar a água para evitar acúmulos de sujeira no substrato e rochas, deve-se tentar ao máximo evitar deixar áreas mortas (sem movimentação), pois o acúmulo de sujeira nestes locais seria o ponto de partida para amônia, algas indesejáveis, cianobactérias, alterações nos parâmetros, etc. Movimentando a água a sujeira irá para o Sump onde se encontram os filtros. Onde não haver movimentação d’água irá se acumular restos de comida e fezes que irão se decompor e comprometer a qualidade da água do aquário.

Porém, colocar uma bomba muito potente causaria circulação em excesso, fazendo mal aos corais e até para os animais do aquário. Muitos corais não prosperam com forte circulação e dependendo da força, poderá arrancar o pólipo do coral ou até mesmo revirar o substrato o que seria uma catástrofe. Uma movimentação exagerada faria com que a comida oferecida aos peixes se espalhasse rapidamente por todo o aquário antes mesmo deles comerem, indo para o sistema de filtragem. Então logo notamos que 1 bomba de circulação muito forte não irá resolver o problema, então optaremos em colocar mais bombas com menor potência.

Eu sugiro começar colocando uma bomba de circulação próxima à superfície para simular ondas. Isto será muito importante para troca gasosa, irá oxigenar melhor a água, visto que a água salgada tem menor capacidade de manter oxigênio dissolvido. A agitação da água na superfície irá quebrar a película d’água aumentando o contato entre o ar.

O próximo passo é colocar outra, ou outras bombas de circulação para movimentação interna do aquário, onde o fluxo de água possa atingir todo o aquário como citado acima. Eu particularmente tenho uma em cada canto do aquário, ou seja, 4 bombas (Wave Maker simples), porém de potências diferentes, de acordo com as necessidades de movimentação d’água do meu aquário, tendo em vista que alguns corais preferem forte movimentação e outros leve movimentação d’água. Por esta razão o aquarista deverá fazer sua melhor escolha, mas lembrando de não deixar zonas mortas (sem movimento d’água).

É comum trocarmos de lugar alguns corais recém-comprados, pois quando notamos que ele não esta bem onde o colocamos certamente será por dois motivos: Circulação não correta ou iluminação inadequada.

O intuito de colocar várias bombas é oscilar as correntes, colocando-as em pontos estratégicos, às vezes escondidas entre rochas ou com o fluxo contra o vidro do aquário, etc., provocando correntes em direções diferentes, não estacionárias (viciadas), onde o fluxo d’água das bombas se encontram, “remetendo” as correntes para direções diferentes e imprevisíveis, chegando próximo às correntes encontradas nos recifes de corais. Dependendo dos locais onde serão colocadas as bombas com suas respectivas potências, pode-se alcançar um ótimo resultado, independente da quantidade de bombas utilizadas, quanto menos (mas com eficiência) melhor.

Além dos objetivos citados acima devemos atentar para o fato de que os corais se alimentam do plâncton, nutrientes orgânicos e inorgânicos que são capturados pelos pólipos à medida que a água passa por eles, as anêmonas e outros invertebrados também, para o metabolismo das bactérias (oxigênio), para o metabolismo dos peixes, e isto tudo serão outros motivos para haver circulação de água no aquário.

É muito simples saber se as bombas de circulação estão em locais corretos, uma simples verificação nos corais já será quase o suficiente, o bom senso do aquarista e uma observação contínua, principalmente a procurar por áreas “mortas” será o ideal.

Antes de comprar alguma bomba de circulação (Wave Maker), pesquise. Encontramos no mercado bombas de circulação que atendem todos os requisitos necessários para uma boa movimentação d’água, simulando as correntezas oceânicas, e também para vários tipos de “bolsos”, portanto pesquise, pode ser no Mercado Livre, analise custo/benefício.

Você vai encontrar Wave Makers modernas, com vários comandos, modos programáveis, com velocidade constante ou simulando calmaria, com temporizador de ondas, programáveis para tipos de fluxos durante o dia e noite (ou com sensor de luminosidade automático), com sistemas de segurança, fluxos programáveis da direita para esquerda ou vice-versa, com vários padrões de ondas programáveis, com vazões (potência-fluxo L/H) programáveis, alternância automática entre bombas, com fluxos aleatórios, sem fios, enfim um “armamento pesado” para simular a movimentação da água como num recife de corais, e muito importante para nossos aquários.

Com este resumo, você que irá montar seu aquário marinho, já sabe da importância das bombas de circulação e sem dúvida não poderá faltar em seu aquário, apenas faça uma boa escolha na hora de comprar e sempre verifique os resultados, pois a observação diária é tudo.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.