CICLÍDEOS AFRICANOS

Ciclídeos Africanos

Ciclídeos Africanos

CICLÍDEOS AFRICANOS



Para montar um aquário de Ciclídeos Africanos o processo é muito parecido com outros aquários de peixes ornamentais, porém os Ciclídeos Africanos têm algumas peculiaridades, necessitam de água alcalina e o aquário deverá conter muitas rochas, pedras, pois fazem suas tocas e marcam seu território.

Ciclídeos Africanos são peixes com cores exuberantes, realçadas, são resistentes, de fácil adaptação, mas são territoriais e agressivos. Em um aquário com parâmetros ideais e constantes se reproduzem facilmente, mas é preciso separar os alevinos para não serem comidos. Se o aquário for grande com muitos esconderijos é bem provável que os alevinos mais fortes e espertos consigam sobreviver.

Os Ciclídeos Africanos por serem extremamente territorialistas, aconselho você, depois de montado o aquário, comprar e colocar todos peixes de uma vez, só assim cada um já vai para uma toca e marca aquele território, sem brigas. Colocar algum peixe depois é muito provável que o “invasor” não será aceito em nenhum canto do aquário, pois tudo já estará demarcado.

Para introduzir um novo peixe, depois de algum tempo que o aquário foi habitado, o jeito é mudar totalmente a posição das rochas e pedras para confundir aqueles peixes que marcaram seu território, suas tocas, assim o novo peixe terá chances aparentemente iguais.

Antes de montar um aquário de Ciclídeos Africanos levar em consideração a proporção de 1 peixe para cada 20 litros de água, isto seria o ideal.

Estes peixes crescem rápidos e podem chegar aos 30 centímetros, porém os peixes do lago Tanganyika só irão chegar aos 15 centímetros no máximo. Os Ciclídeos Africanos provem do Vale Rift (Rift Lakes), dos lagos Victoria, Malawi e Tanganyika, todos apresentando água muito alcalina.

Parâmetros ideais para Ciclídeos Africanos (com suporte para os 3 lagos):

O ideal é manter um PH entre 8.2 a 8.4, Kh=10° Gh =10º e Temperatura entre 26 a 27 graus. Temperatura acima do recomendado fará aceleração do metabolismo, consequentemente irão comer muito mais, ficaram mais agressivos.  As luzes deverão ficar ligadas num período de 8 horas diárias, no mínimo.

Você até pode misturar os peixes que vem de lagos diferentes, cada qual com suas particularidades, porém não se deve colocar dois machos da mesma espécie no aquário, irão brigar até a morte. A alimentação neste caso poderá ser um problema, visto que alguns são totalmente herbívoros e outros onívoros.

Quanto a montar um aquário para Ciclídeos Africanos, o sistema de filtragem deverá ser o melhor possível, pois fazem muita sujeira. Você encontra várias dicas de filtros neste site.

A iluminação não precisa ser tão forte, você encontra boas lâmpadas em lojas de aquarismo, prefira as de Leds.

Vai precisar de um termostato com aquecedor acoplado, para aumentar a temperatura no inverso e ventoinhas para abaixar a temperatura em dias quentes de verão. Depois é só medir e manter os parâmetros, irá precisar de um termômetro e kits de testes: Medidor PH (preferencialmente digital); PH e KH. Vai precisar de um removedor de cloro, tanto para encher o aquário e para fazer trocas parciais obrigatórias (20% no mínimo – 30% no máximo) uma vez por semana. Não vou citar teste de Amônia porque deixando tudo limpinho, não colocando comida em excesso a Amônia não irá surgir.

Você encontra diversas dicas neste site sobre ciclagem de aquário, ciclo do azoto, ciclo do nitrogênio. Você só poderá colocar os peixes no aquário após o mesmo estar ciclado, nitrato ZERO. Depois deste período algumas algas já começam aparecer e servirão de alimento para alguns peixes e alevinos.

O substrato ideal para um aquário de Ciclídeos Africanos é Aragonita (não é concha moída). A Aragonita deixa a água com PH alcalino, ideal para Ciclídeos Africanos (também usada em aquários marinhos). Atua como um “tampão” (água dura) não deixando oscilar o PH. Caso não encontre este mineral (aragonita) poderá usar outros tipos de substratos alcalinos (calcáreos) porém, deverá monitorar constantemente o KH, e se necessário, colocar tamponadores vendidos em lojas de aquarismo. Para qualquer tipo de substrato, fazer sifonagem periodicamente, a fim de aspirar o excesso de detritos.

A granulometria do substrato deverá ser mínima, pois os Ciclídeos gostam de cavar, fazer buracos e jogar o cascalho de um lado para outro.

Note que a água deverá ser alcalina, mais propensa para o surgimento de amônia tóxica, portanto, o(s) filtro(s) deve estar em bom funcionamento bem como TPAs semanais. Você poderá utilizar carvão ativado quando verificar que a água está amarelada ou com algum odor. Plantas naturais não são recomendadas visto que os Ciclídeos Africanos (herbívoros) irão comer todas. Tem uma espécie de planta (da Amazônia), que suas folhas são bem duras, assim os peixes não irão comer, mas devem ficar fortemente fixadas, pois os Ciclídeos vasculham tudo e poderão soltá-las com facilidade. As plantas naturais não irão prosperar porque não injetaremos CO2 (gás carbônico) como num aquário plantado. O ideal é utilizar plantas artificiais.

Minha dica é montar um aquário de Ciclídeos Africanos com no mínimo 200 litros d’água. Tem maior estabilidade; mais fácil manusear e limpar, além de poder colocar uma maior variedade de peixes. Além dos filtros, coloque uma Wave-Maker apontada mais para a superfície do aquário a fim de movimentar a água e proporcionar troca gasosa (oxigênio para a água), não é preciso colocar outras bombas para fazer bolhas de ar. Esta Wave-Maker também evitará que a sujeira se acumule em algum ponto do aquário.

Faça aclimatação antes de introduzir o peixe no aquário, matéria neste site.

As rochas ou pedras (calcáreas) deverão ser colocadas de modo que fiquem bem firmes, coloque-as sobre o vidro do aquário, não em cima do substrato, pois os Ciclídeos Africanos tem o hábito de encher suas bocas com os grãos do substrato e jogar em outro local, fazem tocas, buracos, uma rocha ou pedra em cima do substrato poderá cair com o tempo e até quebrar o aquário. Também levam seus filhotes na boca para protegê-los.

Você leu um resumo de como montar um aquário de Ciclídeos Africanos, portanto, é melhor você pesquisar sobre cada espécie, suas peculiaridades, etc., você ficará fascinado a cada instante, são peixes incríveis.

Se optar por montar um aquário marinho, com corais, peixes, invertebrados e muito mais leia as matérias neste site.



Vendo alguns produtos para aquarismo com ótimos preços: Promoções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.