COMO CRIAR UM PEIXE BETTA NUMA BETEIRA

Como criar um Betta numa Beteira

Peixe Betta

COMO CRIAR UM BETTA NUMA BETEIRA

Visite nossa Loja Preços incríveis Clic Aqui


Quase todas as pessoas que entram para o hobby do aquarismo começaram com um Betta na beteira. Para quem não sabe “Beteira” é o nome popular dos aquários pequenos para criação do peixe Betta, onde normalmente só cabe um peixe.O Betta é um belíssimo peixe, encantadores pelas suas cores, existem várias espécies, muito conhecido como “peixe de briga”.

Aqui você verá como criar um Betta na beteira, simples, seu peixe ficará com saúde e energia por muito tempo.

É um peixe que pode viver muito tempo numa Beteira quando bem tratado, visto que sua origem é de águas pobres em oxigênio. Seu habitat natural são as regiões alagadiças, como brejos, pântanos e plantação de arroz.

É muito conhecido como “peixe de briga” porque quando colocado dois machos da mesma espécie juntos, irão brigar até a morte. São extremamente territoriais.

Graças ao cruzamento de várias linhagens, feita por criadores especializados, encontramos uma variedade de Bettas com cores de tirar o fôlego. O Betta splendens é a espécie mais encontrada nas lojas de aquarismo. As linhagens irão diferenciar nas cores e do formato das nadadeiras do Betta, as mutações genéticas feitas pelo homem mudaram completamente este peixe se compararmos ao Betta selvagem encontrado na natureza.

Atualmente, aqui no Brasil, os Bettas vêm sendo utilizados para o controle biológico de mosquitos, como os das espécies Aedes aegypti, no Ceará, e o da Culex quinquefasciatus em Pernambuco.

O Betta é um peixe que pode ser criado sem uma bomba de oxigênio ou de circulação de água, também não necessita iluminação no aquário, a própria claridade do dia é suficiente, por este motivo sua criação tem baixíssimo custo, podendo viver numa Beteira por muito tempo, desde que bem cuidado.

A manutenção da Beteira requer alguns cuidados, na alimentação também.

Normalmente se compra o Betta macho, este é muito mais bonito e maior que a fêmea, a não ser para reprodução (são relativamente fáceis de reproduzir). Fêmeas podem viver juntas que não haverá brigas como fazem os machos.

Os machos podem viver num aquário comunitário (com várias espécies), porém estes têm que ser do mesmo tamanho, e o aquário não poderá ser muito fundo ou com muita movimentação d’água, isto irá mata-lo em pouco tempo.

Um aquário de 10 litros estará muito bom para o Betta, além de que, você não precisará limpar com muita frequencia, ele vai conservar a água limpa por mais tempo, inclusive poderá até colocar filtro e aquecedor (para o inverno).

Quando receber do lojista seu Betta dentro do saquinho é preciso, em primeiro lugar, aclimatar o peixe, isto é, deixar a água do saquinho na mesma temperatura da água da Beteira. Basta soltar o saquinho, ainda amarrado, dentro da Beteira com água e esperar uns 10 minutos, depois colete um pouco da água da Beteira e coloque dentro do saquinho. Repita esta operação até não caber mais água no saquinho, então solte o peixe.

É extremamente importante que a água da Beteira não tenha cloro, pois isto iria matar o peixe. Você precisa tirar o cloro, o produto para isto você encontra na própria loja que comprou o Betta.

Você também pode comprar um Kit de testes para medir o PH da água, que deve ficar na faixa entre 6.8 a 7.5.

Normalmente a comida ou ração para o Betta vem em formato de “bolinhas” (as vezes outro tipo), então selecione umas 4 destas bolinhas e dê ao peixe apenas duas vezes ao dia, de manhã e antes de anoitecer. Não sendo a ração de “bolinhas” dê uma pitadinha que ele deverá comer em apenas dois minutos.

Talvez ele não aceite a comida no mesmo dia em que foi colocado na Beteira porque estará estressado, então deixe para o dia seguinte, de manhã.

Bettas ficam mais resistentes se variar a alimentação, principalmente com alimentos vivos, tais como: larvas de mosquitos, minhocas pequenas, artêmias e outros.

Nunca dê alimentos em excesso, o Betta deverá comer a ração ainda na superfície do aquário, caso a ração for para o fundo da Beteira deverá ser retirada com auxilio de uma redinha, pois esta sobra irá apodrecer, causando o surgimento de amônia que é extremamente tóxica para o peixe podendo leva-lo a morte. Lembre-se que na Beteira não tem filtro para remover as impurezas.

Tem que se trocar a água da Beteira uma vez por semana impreterivelmente. Para isto utilize um recipiente onde você vai colocar a água nova para tirar o cloro. Pingue as gotinhas do Tira-Cloro da marca de sua preferência e deixe reservada.

Remova metade da água da Beteira com auxílio de uma mangueira ou um sifonador, isto ajudará para tirar os detritos do fundo do aquário (no cascalho, areia, pedrinhas, etc.). Nesta etapa não precisa tirar o peixe da Beteira, mas cuidado para que o Betta não se aproxime da mangueira para não ser sugado também.

Depois desta limpeza vá acrescentando a água nova reservada vagarosamente, de cinco em cinco minutos até completar a Beteira. Isto vai ajudar na aclimatização para nova água. Irá evitar choque de temperatura e de PH. Para quem reside em áreas montanhosas, onde a água é muito fria cuidado na hora de trocar a água, poderá estar fria demais, ou mesmo quem for utilizar água de poço. Você precisa de um Termômetro para medir a temperatura, vendido em lojas de aquarismo.

Nunca deixe o aquário exposto ao Sol, sob o risco de aquecer demais a água e evitar o surgimento de algas indesejáveis.

É normal aparecerem bolhas de ar na superfície da Beteira, bom sinal de saúde, ele apenas está fazendo seu ninho para que a fêmea deposite seus ovos ali. Não é preciso retirá-las ou lavar o aquário.

Se você acrescentar bactérias em cada troca de água evitará muitos problemas, pois as bactérias vendidas em lojas de aquarismo irão “retirar” a amônia, nitritos e nitratos que eventualmente estiverem na água e também impedirão o surgimento delas.

O peixe Betta tolera grandes níveis de estresse, porém quanto maior for este nível menor será sua imunidade às doenças, restos de comida que vão para o fundo do aquário irá apodrecer baixando muito mais a imunidade do peixe.

Peixe também fica doente, caso aparecer pintas, manchas, perda do apetite, nado muito lento ou parado demais poderá ser que o Betta esteja doente, com algum parasita ou fungo, neste caso faça a troca de água normalmente como citado acima e utilize de Bactericidas e Fungicidas vendidos em lojas de aquarismo.

Colocando um espelho para o Betta, do lado de fora do aquário, ele irá “pensar” que é outro macho (rival), então começará um ritual de briga, isto é bom para ele, vai se exercitar, estimular o libido e sua agressividade natural, porém faça isto apenas uns 15 minutos diários.

Aqui você aprendeu, com um breve resumo, como manter um Betta na Beteira, mas se você se apaixonou pelo Betta procure saber mais a respeito, inclusive sobre sua reprodução, suas variedades, os Veil tail, Delta, Super delta, Rose tail, Halfmoon, Over halfmoon, Feather tail, Plakat, Crowntail e Double tail, você vai ficar surpreendido.




Vendo alguns produtos para aquarismo com ótimos preços: Promoções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.