COPPERBAND

Copperband

Copperband

COPPERBAND



Borboleta-bicuda, Copperband Butterfly ou Copper Band (Chelmon rostratus), do grupo “Butterflyfishes” é uma espécie da família Chaetodontidae (ou Quetodontídeos), peixe tropical marinho com cerca de 120 espécies, são encontrados principalmente nos recifes do Atlântico, Índico e Pacífico.

O Copperband é um peixe que não pode faltar no seu aquário, embora com fama de comer corais eles apenas os beliscam com seus longos focinhos para capturar alimento presos a eles, e são ótimos predadores de Aiptásias. Se você tiver estas pragas (Aiptásias) no seu aquário compre um Copperband Butterfly, ele vai acabar com tudo em instantes. Também usam o focinho estreito para capturar comida nos buracos das rochas.

A dieta da maioria das espécies desta família é constituída por invertebrados bentônicos, somente algumas espécies irão se alimentar de corais ocasionalmente, os normalmente vendidos em lojas de aquarismo dificilmente.

É um peixe lindíssimo, corpo com um suave amarelo e listras cor de amarelo cobre em faixas verticais com preto margeando estas. Sua mancha preta em forma circular próxima a cauda é sua “arma” contra predadores, pois parece um grande olho, confundindo os predadores, não sabendo de que lado atacar o Copperband, ou mesmo para onde ele poderá fugir. Sua principal característica.

O aquário já deverá estar totalmente estabilizado com os parâmetros ideais citados neste site, pois é um peixe muito sensível às variações. Indicado para aquários maiores que 150 litros, onde poderá chegar aos 18 centímetros. Deve ser mantido sozinho, não tolera outro da mesma espécie, ou com outros peixes agressivos, poderá viver até 3 ou 4 anos no aquário.

O Copperband é onívoro, é preciso diversificar na alimentação, pois é muito exigente ou tímido e poderá não comer nos primeiros dias após introdução no aquário. Pode-se oferecer vongole, lula, mariscos e artemia, mas esta não diariamente. Como gostam de vongole podem beliscar Tridacnas, mas ocasionalmente.

Normalmente se faz uma “papita” com os ingredientes e se congela.

Além dos citados o Copperband Butterfly também se alimenta de microcrustáceos encontrados no planctôn do seu aquário, anfípodes, zoobentos como bloodworms, copépodes e outros, inclusive de ração oferecida aos outros peixes. Como o Copperband se alimenta da microfauna encontrada no aquário não é aconselhável colocar um Goby Mandarin junto, pois irão competir pelo mesmo alimento até se esgotar, ocasionando a morte por falta de comida.

Antes de introduzir o Copperband ou Borboleta-bicuda no aquário deverá passar por um longo período de aclimatação, que poderá durar horas. Se tiver um aquário hospital melhor ainda. Você também poderá ver a matéria “Aclimatação” neste site.

Suporta temperaturas entre 23 a 28ºC; salinidade entre 1023 a 1027 e PH 8.1 a 8.4, KH 8 a 10, porém mais estáveis possíveis.

O Copperband também é chamado de peixe-borboleta (são várias espécies). Raramente se reproduzem em cativeiro. Não é fácil distinguir os machos e as fêmeas.

Veja o vídeo do Copperband:

Se você tem algo a comentar sobre o Peixe-borboleta ou Copperband, por favor, utilize o espaço abaixo. Obrigado



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.