CURIOSIDADES SOBRE BACTÉRIAS

Curiosidades sobre Bactérias:

CURIOSIDADES SOBRE BACTÉRIAS

CURIOSIDADES SOBRE BACTÉRIAS



É muito interessante o estudo das bactérias capazes de degradar garrafas PET, como se fosse sua fonte de carbono.

É sabido que são produzidas a cada ano, mais de 50 milhões de toneladas de artefatos com o plástico PET e uma enorme quantidade é lançada no meio ambiente, e o pior, como sabemos este material é extremamente difícil de ser degradado, tem uma enorme resistência, permanecendo inalterado durante muito tempo, cerca de 200 anos. Várias reportagens já foram feitas focando tartarugas e outros seres marinhos comendo plástico (confundindo com alimento), sendo enforcados ou engasgados com este plástico PET. Na revista Science, pesquisadores do Japão afirmam terem achado uma nova espécie de bactéria capaz de degradar o plástico PET, porém não encontrei a continuação desta reportagem, mas apenas que muitos cientistas estão focados no assunto.

Após um grande estudo cientistas fizerem uma experiência colocando várias cepas de microrganismos onde apenas fibras do plástico PET seria o alimento, e apenas uma espécie de bactéria sobreviveu, a “Ideonella sakaiensis 201-F6, e degradou, após 6 semanas, mantida numa temperatura de 30ºC, praticamente todo o plástico, abrindo portas para um estudo mais profundo das enzimas utilizadas por esta bactéria.

Nos estudos também está envolvida a bactéria aeróbica Thermobifida fusca, uma bactéria que produz várias enzimas extracelulares que são responsáveis pela decomposição de resíduos de celulose e lignocelulose. Esta bactéria também suporta várias faixas de PH.

Acredito que os pesquisadores estão no caminho certo, pois seria um processo de degradação econômico. A intenção é mapear todo o genoma destas bactérias e descobrir utilizações biotecnológicas, principalmente para degradação do material PET, este plástico que tanto prejudica o ambiente, tanto terrestre quanto o marinho.

A meu ver estas garrafas de plástico PET bem como outros produtos derivados do petróleo que são descartados na natureza poderiam ser evitadas se houvesse uma intensa campanha de conscientização ou mesmo um grande empenho dos governantes em dar continuidade às pesquisas, pois em 1990 já foi desenvolvido um plástico no qual uma bactéria transforma o açúcar em um plástico biodegradável que é consumido por microrganismos terrestres, mas infelizmente ficou por aí, ou talvez eu esteja desatualizado, corrigem-me por favor, se for o caso.

Outra curiosidade sobre bactérias:

Existe uma estrela-do-mar chamada Acanthaster púrpura que mata os corais, mas cientistas australianos descobriram uma bactéria capaz de erradicar esta estrela, o que não sabem ao certo é se esta bactéria afetará outras espécies também.

Esta estrela, também chamada de “coroa de espinhos” é responsável pela destruição de 42% da área reduzida na Grande Barreira de Corais da Austrália.

Os cientistas cultivaram esta bactéria, capaz de matar a estrela assassina em 24 horas depois de infectada pela bactéria. Este é um controle biológico.

Como é preciso cautela, por não saber se esta bactéria afetará outros seres marinhos, experiências ainda são feitas em aquários, mas para deter a invasão das estrelas “coroa de espinhos”. Nos pontos turísticos da Grande Barreira, mergulhadores injetam veneno uma por uma, enquanto a bactéria permitiria matar até 500 estrelas com uma única injeção.

A estrela “coroa de espinhos” é uma ameaça para o ecossistema de recifes de corais e é a segunda maior estrela-do-mar do mundo, pode consumir até 6 m² de recife de coral vivo por ano. É um predador carnívoro e seus espinhos afiados são capazes de furar a roupa de mergulhadores.

Obs: Não sei informar se já houve progressos no sentido de impedir a proliferação desta espécie.

Mais curiosidades sobre bactérias:

Só para lembrar, pois tem vários artigos neste site sobre bactérias:

Bactérias aeróbicas são as que vivem na presença de oxigênio, anaeróbicas são as que vivem na ausência de oxigênio, pouca luz ou nenhuma e anaeróbicas facultativas são as que vivem tanto em condições aeróbicas, quanto anaeróbicas.

No aquário marinho (ou de água doce) existem milhões de tipos de bactérias, todas elas se reproduzem mais rápido aumentando-se a temperatura do aquário, isto em apenas 2 ou 3 graus. Quando a temperatura volta ao normal se estabilizam e as bactérias adicionais (devido ao aumento da temperatura) permanecem no aquário. Se diminuir a temperatura do aquário (+ frio) as bactérias param de se reproduzir, ou em escala muito menor.

Uma explosão de bactéria no aquário (excesso de reprodução) irá causar muito consumo de oxigênio por elas, consequentemente falta de oxigênio para outros seres que habitam o aquário, causando mortes. Com a morte destes organismos haverá matéria em decomposição, aumento súbito de amônia, podendo levar “falência” de todo o aquário, pois uma reação em cadeia poderá ser irreversível, a temperatura alta diminui a capacidade de dissolução de oxigênio, mesmo tendo boa circulação d’água. Muitos seres aquáticos ao morrerem liberam toxinas, inclusive algas, contaminando toda água.

O intuito desta curiosidade é para você ficar atento à temperatura de seu aquário. Também existe uma microbiota que não vemos, mas de muita importância, é preciso manter a temperatura estável assim como os outros parâmetros. Outra questão que envolve as bactérias é a quantidade de matéria orgânica, mas isto não significa que você não deva alimentar seus peixes, invertebrados e corais.

Lembre-se de que os corais estão fechados no aquário, onde não há abundância de zooplâncton e fitoplâncton como nos oceanos, é preciso alimentá-los para que cresçam com saúde e principalmente com imunidade às doenças comuns.

Existem boas comidas de corais (inclusive a que vendo) que você não deve desprezar. Corais no aquário não vivem somente de boa iluminação. Obviamente sem exageros, caso contrário as bactérias nitrificantes e desnitrificantes não darão conta de “transformar” o excesso, nem as macroalgas serão capazes de consumir todo o fosfato.

+ curiosidades sobre bactérias marinhas:

Igualmente na experiência citada acima (sobre bactérias consumidoras de plásticos PET), em laboratório, cientistas colocaram várias cepas de bactérias para cultivo, e foram alimentadas somente com naftaleno, um composto derivado do refinamento do petróleo, comum em resíduos poluentes do mar. Foram selecionadas somente as que degradaram essa substância. Essas bactérias foram isoladas e são capazes de viver sem oxigênio ao “respirar” nitrato.

Essas bactérias são capazes de “consumir” a poluição causada por acidentes com navios que transportam petróleo e derivados, uma vez que estes compostos tóxicos ficam “empregnados” em rochas, na areia do fundo do mar, e a utilização de outros meios (químicos) para oxidar esses poluentes seria de alto custo, e também seriam poluentes. Graças a essas bactérias a limpeza de poluentes derivados do petróleo será inovador. A utilização desses microrganismos como forma de limpar biologicamente os oceanos desses poluentes, ao meu parecer parece longe de se colocar em prática, ou não estou bem informado.

Este resumo sobre curiosidades das bactérias vem agregar o quão é importante ter-mos em nossos aquários, dando condições à proliferação e equilíbrio das bactérias. Ter e conservar um bom filtro biológico é fundamental para mantermos a harmonia da biota. Na página “Experiência” eu mostro com fotos, que tirei quase todo o substrato do aquário marinho, e posso então lhe afirmar: O substrato não tem nenhum ou quase nenhum efeito benéfico no que tange às bactérias, pois recebe forte iluminação, baixa circulação d’água e consequentemente baixa oxigenação, por isto também afirmo que um bom filtro biológico fica à “kilometros de distância” do substrato como proliferador de bactérias, ou como filtragem biológica.

O substrato para ter efeito deve ter a altura suficiente, cerca de 15 cm, para abrigar as bactérias anaeróbicas, menos que isto será apenas para fins estéticos. O uso de Bio-Balls ou outras mídias no Sump terá melhor resultado.

Se você tem algo à comentar sobre bactérias ou sobre esta matéria, utilize o formulário abaixo. Obrigado.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.

Para ver todos os produtos que vendo Comprar Suplementos Marinho