DUREZA DA ÁGUA DO AQUÁRIO

Dureza da água do aquário

Dureza da água do aquário

DUREZA DA ÁGUA DO AQUÁRIO



Dureza da água do aquário de água doce e outros.Abaixo um resumo bem legal sobre os principais parâmetros do aquário de água doce.

Para se ter um aquário de água doce é muito importante sabermos alguns conceitos básicos, os parâmetros da água doce, importante para podermos lidar com algumas situações e oferecer aos peixes um ambiente sadio.

PH ou Potencial de Hidrogênio mede se a água está ácida ou alcalina, numa escala entre 5 a 10 (no aquarismo). Esta escala mede os compostos alcalinos e ácidos presentes na água. Abaixo de 7, a água é considerada acida, acima de 7.01, é considerada alcalina e 7 neutra. Quanto maior a dureza da água maior será o PH para efeito geral.

O Ph se altera com a quantidade de oxigênio e dióxido de carbono presente. O oxigênio faz aumentar o Ph e o dióxido de carbono (CO2) faz diminuir, acidificando a água.

O PH fica seriamente comprometido quando alimentamos os peixes com excessos, quando não fazemos semanalmente TPA ou sifonamento do substrato, pois a sujeira em geral vai acidificar a água, ou seja, vai fazer o nível do PH cair. Um aumento nos nitratos fará o PH cair. Quando o PH “cair” sem nenhum motivo aparente, fazer o teste de dureza, talvez seja este o motivo.

Acarás Bandeira e Acarás Discus gostam de água acida, com o PH abaixo de 7, normalmente 6.

Existem dois tipos de dureza: Dureza total (GH) e dureza carbonata (KH).

É muito importante você saber que tipo de água o peixe vive, água dura ou mole, em GH.

GH, que é a dureza total da água, mede a quantidade de sais (minerais) dissolvidos na água, principalmente o Cálcio e Magnésio. Água dura é rica em sais, água mole é pobre em sais. É esta dureza que estabiliza o PH. Não adianta alterar apenas o PH, se não estiver com a dureza correspondente ele vai voltar ao nível anterior.

KH ou DH (grau alemão), que é a dureza carbonata, mede a quantidade de carbonatos(CO3–) e bicarbonatos(HCO3-) dissolvidos na água, expresso em partes por milhão (ppm) de carbonato de cálcio (CaCO3) e está relecionada ao PH.

Os testes utilizam a escala alemã ou dH, cuja relação é 1dH, ou 1ºdH, que é igual a 17,8 a 17,9 ppm de Carbonato de Cálcio, que predomina na água.

Tabela de dureza geral – água dura e água mole (macia).

0 a 4 dH – 0 a 70 ppm – Muito mole

4 a 8 dH – 70 a 140 ppm – mole

9 a 12 dH – 140 a 210 ppm – Média

13 a 18 dH – 210 a320 ppm – Meio dura

19 a 30 dH – 320 a 530 ppm – Dura

Acima de 30 dh Acima de 530 ppm – Muito dura, rocha líquida

Geralmente a dureza da água do aquário varia entre os 5 e os 12 ºdGH.

O KH age como um tampão químico. Estando baixo o KH o aquário se torna instável.

Em sua maioria os peixes não vivem muito tempo em água mole, exceto os sul americanos, acará disco e bandeira, por exemplo, por isto, é indicado um substrato de aragonite, que vai adicionar carbonato de cálcio à água aumentando a dureza total.

Para um substrato inerte utilize areão de construção muito bem levada (areia de rio) ou areia para filtro de piscina. Rochas neutras, basalto por exemplo.

Você deve pesquisar qual a dureza ideal para o peixe que vai colocar no aquário.

A água de torneira geralmente é uma água mole.

Existem vários produtos em lojas de aquarismo que aumentam a dureza da água, também chamados de “tampão”, mas perdem o efeito com o decorrer do tempo, então use substrato e rochas calcárias. Água mineral ou água de poço também aumenta a dureza (GH).

Para diminuir a dureza da água você pode usar água DI ou RO, ou seja, utilizar um filtro em que a água passe por resina mista, onde serão retirados totalmente os minerais, neste caso a água vai apresentar um GH zero. As plantas também colaboram para consumir os minerais dissolvidos na água. Xaxim natural vai diminuir o PH, consequentemente tornando-a mais ácida, porém a água poderá ficar amarelada, prefira os troncos naturais (aroeira), deixe-os submersos em água por algum tempo, até que o amarelado saia completamente.

Ao fazer troca parcial de água (TPA) devemos verificar se a dureza desta água é correspondente á do aquário, pois uma alteração brusca no PH poderá ser fatal aos peixes.

O KH poderá ser aumentado colocando bicarbonato de sódio na água, porém o PH irá aumentar.

Para aumentar o KH e o GH utilizar aragonita, mármore, rochas calcárias, cascas de conchas marinhas.

Dica: Como saber se uma rocha vai ou não alcalinizar (subir o PH) a água?

Raspe uma parte da rocha e pingue ali algumas gotas de vinagre ou Acid da Labcon, se borbulhar significa que ela vai alcalinizar a água (subir o PH). Se não borbulhar ela é neutra.

Quando você pinga o ácido acético (contém no vinagre) na rocha, irá reagir com o carbonato e vai liberar CO2, motivo das bolhas.

Você também pode deixar a(s) rocha(s) num balde de água por uns 3 dias e medir o PH, veja se houve alteração enquanto não havia as rochas (medir antes).

Você seguindo estes parâmetros, entendendo a dureza da água do aquário, certamente terá sucesso com seus peixes. Colocarei mais dicas na medida do possível, inclusive sobre aquário plantado e de ciclídeos africanos.



Vendo alguns produtos para aquarismo com ótimos preços: Promoções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.