FILTRO BIOLÓGICO

Filtro Biológico

Filtro Biológico

FILTRO BIOLÓGICO


A filtragem biológica no aquário marinho é de extrema importância, pois as bactérias aeróbicas e anaeróbicas são as responsáveis em manter um equilíbrio no ecossistema, por meios nitrificantes e desnitrificantes.No filtro biológico, além das bactérias, poderão ser colocadas Microalgas, que são organismos que absorvem nitrogênio e fósforo. Já as bactérias decompositoras irão transformar a matéria orgânica em Amônia e outro grupo de bactérias irá oxidar a amônia transformando-a em Nitrito e em seguida as bactérias Nitrobacter irão transformar o Nitrito em Nitrato, mantendo assim um constante equilíbrio. Veja matéria mais detalhada neste site.

A absorção de nitrogênio pelas microalgas e a nitrificação pelas bactérias são os principais processos da ciclagem do nitrogênio na água.

As bactérias desnitrificantes anaeróbicas utilizam o nitrato para produzirem nitrogênio gasoso. As microalgas incorporam em sua massa o fósforo e o nitrogênio absorvido.

As bactérias aeróbicas consomem oxigênio e produzem gás carbônico, Já as bactérias nitrificantes expelem o oxigênio, pois são quimiossintetizantes.

No aquário as bactérias se fixam no substrato e nas rochas, porém será pouco para limpeza, pois alimentamos nossos peixes, corais e invertebrados e certamente ocorrerá o excesso de matéria orgânica, motivo pelo qual temos que ter um bom filtro biológico, à parte, no Sump preferencialmente.

Um bom filtro biológico é aquele que possui maior área para que as bactérias se fixem, criando um fino biofilme de colônias de bactérias, como exemplo temos: anéis de cerâmica porosa e bio-balls. Jamais limpar estes elementos para não tirar o biofilme, mas é possível separar e deixar correr água limpa (do aquário) para remover eventuais sujeiras acumuladas, motivo pelo qual o filtro biológico deverá estar após a filtragem mecânica, manta acrílica por exemplo.

No aquário marinho de nada resolveria um filtro biológico se não houvesse um bom Skimmer, pois ele é responsável em eliminar as bactérias cheias destes elementos (compostos orgânicos) bem como compostos inorgânicos e outros. Veja matéria neste site.

Para as bactérias que ficam na coluna d’água (flutuando) dá-se o nome de bacterioplânctons, que servem de alimento para os zooplânctons, a grande parte são quimioautotróficos. O bacterioplâncton é um dos fatores fundamentais na cadeia alimentar dos seres marinhos.

Outra curiosidade é que para o desenvolvimento destas bactérias é necessário uma fonte de Carbono, fósforo, elementos traços, aminoácidos, enxofre (sódio, magnésio e potássio também) e outros de menor importância, razão pela qual não devemos zerar totalmente estes níveis em nosso aquário marinho. Talvez os kits de testes nem acusem estes imperceptíveis valores e para zerar totalmente é preciso ter um super skimmer bem como outros métodos para isto, o que estou tentando afirmar é que a busca pela perfeição da água limpa talvez seja um engano, pois a falta destes macro e micronutrientes (ferro, por exemplo) pode limitar o crescimento das bactérias.

Talvez adotar dosagens de alguma fonte de carbono frequentemente e equilibradamente seja uma opção mais viável que comprar regularmente cepas de bactérias vendidas em lojas de aquarismo. Dosar fontes de carbono será um ciclo que visa à remoção permanente de nutrientes através das bactérias, inclusive do fósforo. É extremamente diversificado o número de cepas de bactérias e suas necessidades. No nosso aquário irá se reproduzir aquelas que suportam a química do aquário, os parâmetros nele contido, PH por exemplo, pois cada grupo de bactérias tem características físicas e genéticas diferentes e reagem de forma diferente para cada tipo de água, dependendo de seu metabolismo, portanto se você dosar Vodka por exemplo, poderá estar fortificando apenas um grupo de bactérias e matando tantas outras, prejudicando os corais e outros organismos marinhos, mas é necessário uma profunda pesquisa para saber se isto estará acontecendo no aquário. Para aqueles que utilizam cloreto de magnésio e cloreto de cálcio notou-se um melhor ambiente para produção da carga bacteriana. Veja mais informações sobre ciclo do azoto e fonte de carbono neste site.

Além de ser um filtro biológico para nosso aquário, as bactérias também são consumidas por seres maiores do zooplâncton, fazendo parte da cadeia alimentar e equilíbrio do ecossistema.

É fascinante este mundo de bactérias e estudos contínuos estão sendo realizados para uma maior compreensão, visando como ter um equilíbrio sadio e funcional para nossos aquários, no entanto a adição de uma fonte de carbono ainda parece ser a melhor opção até o momento. A filtragem biológica é um item fundamental e talvez o principal para se obter sucesso num aquário marinho.

Bactérias heterotróficas são aquelas que não produzem seu próprio alimento e necessitam da matéria orgânica dissolvida.

As bactérias nitrificantes, nitrosomonas e nitrobacterias são sensíveis à luz e deixam de crescer quando expostas à luz, necessitam de muito oxigênio para reprodução e para metabolizar compostos nitrogenados (ou azotados), por esta razão eu deixo minhas bio-balls ao lado do Skimmer onde há grande quantidade de oxigênio (produzido por ele).

Em aquários já formados, estáveis, o filtro biológico fica esgotado, ou seja, super colonizado de bactérias, a mídia já atingiu toda sua capacidade de colonização. Elas crescem proporcionalmente às que morrem, quase não conseguem metabolizar, então elas começam a morrer por falta de nutrientes, pois são muitas. Então é preciso criar condições para que elas se multipliquem para que haja mais consumo de matéria orgânica, isto é feito limpando o excesso de bactérias no filtro biológico, para que novas bactérias cresçam e haja o aumento do consumo de nutrientes, de compostos orgânicos, um maior rendimento na filtragem. Este método consiste no controle populacional das bactérias do filtro biológico.

Curiosidade: O fitoplâncton é a maior fonte mundial de oxigênio para a atmosfera, devido sua fotossíntese.

Se você quiser fortalecer alguma explicação acima basta ir em “comentários”.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados e MUITO MAIS Clic Aqui.