OFIÚRO

Ofiúro

Ofiúros

OFIÚROS



Se você tem um aquário marinho já ciclado, com corais, peixes e outros invertebrados pode colocar sem medo um Ofiúro, também chamado de estrela serpente. Os Ofiúros são parecidos com estrelas do mar em virtude de seus braços longos e finos. Os Ofiúros são apenas parentes das estrelas do mar, mas se movimentam bem mais rápidos que elas. Seus braços podem ser lisos ou “peludos”.

Tenho um Ofiúro no meu aquário e integra a equipe de limpeza, como os paguros e turbo snail. Comem restos de comida, algas e outros “lixos” orgânicos. Ajudam na higiene do aquário, reviram o substrato em busca de comida. Também pode acrescentar camarões, pepinos do mar e outros detritívoros.

Os Ofiúros ficam escondidos em buracos nas rochas, entre o substrato e as rochas, são difíceis de aparecer durante o dia, mas saem à noite em busca de comida. Se você utiliza de água sem muitos nutrientes, com fortes filtros e Skimmer poderá alimentá-lo à noite, com uma pipeta ou seringa, pois geralmente ficam sempre na mesma toca. Ele sai rapidinho da toca para pegar a comida (a mesma comida que vendo neste site). Ele utiliza seus braços para pegar a comida, enrolando até levar à boca.

Ele faz movimentos rápidos, deslizantes com seus “tentáculos”. É muito comum ficar num buraco e deixar seus braços para fora, a fim de capturar alimentos em suspensão, pois nos braços contém um muco que adere às substâncias orgânicas.

No meu aquário o Ofiúro é muito tranquilo, não mexe nos corais, não se enterra no substrato nem ataca outros peixes. Meu Ofiúro é marrom bem escuro, mas sei que existem de outras cores, tais como: Vermelho, Amarelo, Abóbora, Azul e muitas outras, inclusive mesclado com anéis nos braços.

Os Ofiúros são extremamente resistentes, inclusive sob stress, acidente ou briga podem fragmentar um ou vários braços que voltam a regenerar. Caso um predador venha atacá-lo ele promove a auto-amputação para livrar-se dele.

Se você pretende comprar um Ofiúro não se esqueça de fazer aclimatação do mesmo antes de introduzi-lo no aquário. Eles são sensíveis às mudanças bruscas.

Procure por espécies sadias, sem pontos esbranquiçados, como se tivesse perdendo a coloração. Doença é uma coisa, mas não significa que na captura deste animal ele soltar um braço, pois é sua defesa, mas logo vai crescer outro braço quando colocado em seu aquário, portanto isto não é sinal de doença.

É uma classe de equinodermos conhecidos como ofiuróides, apresentam um disco central e cinco braços, não possuem ânus (as partículas não digeridas são expelidas pela boca, e as absorvidas são nitrogenadas). Os braços do Ofiúro são flexíveis, utilizados para rastejar ou agarrar e podem chegar aos 60 cm de comprimento. Existem cerca de 2.000 espécies de ofiuróides.

Nos oceanos se alimentam do Zooplâncton, moluscos, vermes, crustáceos, caracóis, invertebrados minúsculos, portanto são considerados carnívoros.

O exoesqueleto, ou vértebras esqueléticas dos ofiúros é composto por ossículos de carbonato de cálcio. O madreporito encontra-se na superfície oral. Este esqueleto de calcita é composto por várias placas individuais (ossículos) são mantidas juntas por um tecido, esta forma permite ao Ofiúro ser flexível ou extremamente duro, pode endurecer seus braços para defesa.

Os Ofiúros se encontram desde a região entre marés e até abaixo dos 500 metros, onde se encontra a maior biodiversidade.

Ofiúros podem se reproduzir sexualmente, muitos também são hermafroditas e sua reprodução em aquários é possível. Eles saem das tocas e vão procurar um ponto alto, nas rochas, para desovarem. Às vezes desovam em cima de corais. Também ha espécies que chocam seus filhotinhos em bolsas que possuem no corpo e lançam na água quando ainda jovens, porém minúsculos.

Também há espécies de Ofiúros que se reproduz assexuadamente, por fissão, se dividindo. Talvez seja pelo motivo de ter alta capacidade de regeneração.

Em minha opinião, um aquário com corais e peixes não deve faltar este lindo animal de fácil manutenção, o Ofiúro. Apenas fique atento ao comprar, não deve ser muito grande, a espécie Ophioderma squamosissimus, que é vermelha, poderá pegar pequenos peixes e da espécie Ophiarachna incrassata, que é verde, cresce muito e terá forças para empurrar alguma rocha não firme, além de comer pequenos peixes. Mas estas espécies de Ofiúros serão difíceis de encontrar à venda.

Se você não comprou um Ofiúro, mas já viu um no seu aquário, não se assuste, ele provavelmente veio de carona em algum coral ou rocha, que é comum.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados e MUITO MAIS Clic Aqui.