OURIÇO EM AQUÁRIO MARINHO

OURIÇO EM AQUÁRIO MARINHO

OURIÇO EM AQUÁRIO MARINHO

OURIÇO EM AQUÁRIO MARINHO



O Ouriço pertence à classe dos equinóides, mesma família da Estrela-do-mar e da Bolacha-de-praia, tem cores variadas, como a branca, preta, marrom ou lilás-esverdeada, mas no Brasil o mais comum é o Ouriço preto e o roxo.O Ouriço tem um corpo redondo coberto de espinhos venenosos, duros e longos, e entre eles há pequenos prolongamentos chamados de pedicelárias. Possuem endoesqueleto de placas calcárias móveis (articuladas) ou fixas, comumente com espinhos. Também possui uma espécie de tentáculo ou pinças, que usa para tirar do seu corpo organismos estranhos que tentem se fixar ou até para se defender de predadores.

Os espinhos do Ouriço são móveis e de tamanho variado, ficam presos a uma carapaça calcária rígida.

O Ouriço se alimenta de algas, artêmia, anfípodes, copépodes, zoobentos, microalgas, pedaços de peixes e outros.

A reprodução do Ouriço ocorre por fecundação externa, pois possuem sexos separados, os machos liberam espermatozoides e as fêmeas os óvulos. Os gametas são lançados no ambiente e se atraem quimicamente para ocorrer a fecundação e formação do zigoto (ovo). Nasce em forma de embrião e depois se transforma em larva que fica a deriva até encontrar algum lugar para se fixar e transformar em um Ouriço. Pode ocorrer a reprodução assexuada em larvas que se dividem (ocasionalmente). Os Ouriços não são hermafroditos. O Ouriço é um invertebrado bentônico, podendo ficar no refúgio, se tiver um.

Se você pretende colocar um Ouriço no seu aquário marinho lembre-se, ele vai comer todas as algas coralinas (algas Pink), mas ajudará na limpeza, são detritívoros, comem sobras de comida, mas também são necrófagos, razão pela qual irão comer animais mortos no aquário.

Você poderá alimentá-lo com pedaços de camarão, alface-do-mar (Ulva) e outras macroalgas. Se você for comprar um Ouriço para colocar no seu aquário escolha um pequeno, com cerca de 1cm, assim não vai tirar coisas do lugar, corais por exemplo, pois são fortes e capazes de mover uma rocha mal colocada, e os Ouriços demoram para crescer.

Ele raspa totalmente a rocha onde há algas coralinas, ficando uma marca redonda de pura limpeza. Obviamente quando estiver raspando a rocha vai soltar um “pó” que será lançado na água. Para triturar alimentos o Ouriço se utiliza dos 5 dentes calcários.

Para se ter um Ouriço no aquário é preciso que os parâmetros sejam os ideais e estáveis (veja “Parâmetros” neste site), pois quando doente começa à soltar espinhos, que ficam no substrato ou rochas, podendo enroscar nos corais também. Movem-se lentamente sobre o substrato, utilizando seus espinhos e seus pés ambulacrários.

Eu não aconselho colocar um Ouriço num aquário de corais, eu gosto das algas coralinas e fazem bem para o aquário, mas se você não gosta destas algas será bom, mas fique atento e verifique se ele não vai derrubar algumas coisas, como corais e rochas soltas. Dificilmente irá matar algum peixe com seus espinhos venenosos, pois são lerdos, mas pode ocorrer de um peixe doente ou acidentalmente ficar grudado nos espinhos. Também comem esponjas e microcrustáceos.

Se você tiver um substrato alto em seu aquário marinho (cerca de 12cm), o Ouriço poderá, eventualmente, se enterrar nele por algum tempo, pois também é uma de suas técnicas para escapar de predadores.

Os Ouriços não soltam os espinhos para lançar em algum predador, pois são fixos no corpo, inclusive se propositalmente arrancados causará sérios danos a este ser aquático.

Os espinhos longos do Ouriço são venenosos, soltam toxinas, se perfurar sua pele, além da dor, deve ser tratado, pois causa irritação podendo passar para inflamação. Geralmente o espinho se solta e fica preso à pele perfurada, que deve ser tirado imediatamente. Em pessoas alérgicas, após ter perfurações por Ouriço sentem queimação, dormência, dor nas articulações e outros sintomas, bem como dificuldade de respirar, nestes casos deve-se remover os espinhos e jogar vinagre e logo após água quente para anular o efeito da toxina. Como existem várias espécies de Ouriços, com diferentes toxinas, o ideal é ir ao hospital e levar o Ouriço. Talvez seja necessário o uso de antibióticos e da vacina antitetânica, bem como uma cirurgia simples para retirar os espinhos, se for preciso.

O aparelho mastigatório do Ouriço-do-mar é conhecido como Lanterna de Aristóteles (pesquise no Google), que está localizado na parte inferior. O orifício anal e o genital ficam na parte de cima do Ouriço-do-mar. Não tem olhos nem coração. Não possui um órgão exclusivo para excreção, que são expelidos por difusão. Os Ouriços-do-mar possuem células táteis e fotorreceptoras.

Eu não tenho um Ouriço no meu aquário marinho, mas se você quiser ter algum fica aí a dica para você se prevenir e ter sucesso no seu empreendimento.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.