SILICATOS

Silicatos

Silicatos

SILICATOS



O principal componente dos silicatos é a sílica.Silicatos é o nome dado à uma classe de vários minerais.

Muitas vezes o aquarista se depara com algas indesejáveis (verdes ou marrons), diatomáceas, no aquário sem saber a razão, pois cuida de tudo direitinho.

O mais provável é que ele se esqueceu de verificar o filtro DI ou RO e o silicato (e outros minerais) está indo para o aquário.

É preciso trocar periodicamente o Carvão ativado e a resina de troca iônica do filtro. Comprar sempre resina e carvão ativado de boa qualidade. Use resina mista MB400 que é livre de sílica.

Com um medidor TDS deve-se conferir a água filtrada, tem que apresentar 0 (zero) em seu resultado, para ter certeza de que todos os sólidos dissolvidos foram removidos.

TDS é uma medida de sais inorgânicos dissolvidos em água, e é expressa em unidades de miligramas por litro (mg/l) ou ppm.

Um filtro de água deionizada (DI) poderá conter três estágios: O primeiro deve conter Carvão ativado, no segundo um Removedor de Fosfatos e Silicatos (vendido em lojas de aquarismo) e por último, resina mista de troca iônica.

Se na sua região a água da torneira não contém muita sílica não é preciso colocar o segundo estágio. O removedor de Fosfatos e Silicatos acima citado também poderá ser usado diretamente no filtro do aquário se a água deste já contiver silicatos ou fosfatos. Obs. O medidor TDS não detecta muitas formas de sílica, por isto é bom ter o segundo estágio citado acima.

Após usar o leitor TDS lavar bem os elétrodos (ponta) com vinagre e depois em água corrente. Se necessário calibrar o medidor TDS.

Para que a água da torneira (ou poço) seja bem filtrada é necessário que ela passe pelo filtro deionizador bem lentamente, cerca de 10L/H, dependendo do tamanho do filtro e da quantidade de resina colocada.

Se você já utiliza um filtro Deionizador (DI) ou de Osmose Reversa (RO) e não sabe por que a água do seu aquário marinho apresenta silicatos, faça um teste com as mídias do seu filtro (Cerâmicas e outras, principalmente de Quartzo), colete um pouco delas, lave bem e coloque num balde com água DI, deixe por uns 2 dias e faça o teste de silicatos desta água. Muitas vezes as mídias biológicas usadas no filtro do aquário soltam silicatos. Faça o mesmo com o substrato, porém será menos provável, principalmente se for aragonite.

Se com esta dica você achou a fonte de silicatos, muito bom, então é a hora de remover os silicatos da água do aquário marinho. Deixe as algas crescerem (diatomáceas), elas irão consumir os silicatos, apenas vá limpando-as à medida que irão crescendo nos vidros, substrato, etc. até esgotar os silicatos, vá fazendo TPAs também, ou use um removedor de silicatos e fosfatos no filtro do aquário, geralmente constituído de óxido férrico ou óxido de ferro, razão pela qual experiências com palha “BomBril” são feitas pelos aquaristas, que consiste em deixar um “Bombril” de molho por um dia num copo com água DI e depois introduzir esta água no aquário.

Depois das Diatomáceas as esponjas marinhas também são consumidoras de sílica dissolvida para formar suas espículas, são competidoras na absorção de silicatos. Para quem tem esponjas marinhas no aquário a sílica será sua nutrição, você terá que dosar sílica para ela prosperar, mas certamente você não fará isto, motivo pelo qual esponjas no aquário marinho não é aconselhável. Vários moluscos contêm silício, usa a Sílica para a formação dos “dentes”, chamados de radula, que usam para raspar os vidros do aquário e rochas, não apenas silício, mas um complexo químico contendo Al, Ca, Fe, K, Mg, Na, e P. Como removemos os Silicatos de nossos aquários estes seres aquáticos não tem uma vida longa como nos oceanos.

Os kits de testes de Silicatos não apresentam resultados para sílica particulada, mas detectam apenas sílica dissolvida.

Os níveis de silicatos ideais para nossos aquários marinhos não devem ser superiores a 1 mg/l, mas não é preciso zerar.

Silicato não só resulta em diatomáceas, mas pode também bloquear alguns oligoelementos essenciais, tais como vanádio e molibdênio.

Aqui foi um resumo sobre silicatos em aquários marinhos, mas o importante é ter um filtro de Osmose Reversa ou Deionizador para repor a água que evapora do aquário ou para confecção de água salgada para TPAs. Mesmo sendo a sílica útil para alguns seres não é viável tê-la em nossos aquários de corais. Com o filtro DI ou RO não vai deixar passar Silicatos para água e você ficará livre de diatomáceas e algas indesejáveis.

Se você tem algo a acrescentar ou comentar sobre silicatos, utilize o formulário abaixo.



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.