VELELLA VELELLA

Velella velella

Velella velella

VELELLA VELELLA



Velella velella é uma espécie de hidrozoário, que flutua livremente nas correntes oceânicas (pelágico), parecido com as águas vivas. Tem uma espécie de boia retangular ou oval, com aproximadamente 3 cm de diâmetro, mas pode chegar aos 5 cm por 10 cm de comprimento. Tem uma câmera de flutuação que lhe permite boiar.

Esta linda espécie habita os oceanos tropicais e subtropicais e não apresentam ameaça aos seres humanos, não causam queimaduras ou outros males, diferente das águas-vivas. Velella velella é um cnidário, parente próximo das medusas e caravelas.

Na parte superior do seu corpo contém um disco de forma triangular (parece com uma vela de um pequeno barco), que fica tombado para o lado (esquerdo ou direito), que lhe garante velejar, por impulso dos ventos, daí seu nome, porque tem características de um veleiro. Nesta “vela” não possui câmaras de ar como as que têm na parte inferior.

A Velella velella tem a cor azul escuro, possui uma colônia de pólipos na parte inferior que fica submerso. Estes pólipos ou tentáculos são usados para capturar presas do plâncton para alimentação, reprodução e defesa.

Os tentáculos são dotados de nematocistos que produzem toxinas para paralisar suas presas, comum em corais, mas inofensivo aos humanos. Seus pólipos são machos ou fêmeas, portanto há Velella masculina e feminina.

Por vezes, as praias ficam lotadas deste bonito animal, trazidos pelos ventos, devido às tempestades ou ventos fortes direcionais. Grandes concentrações de Velella velella já foram avistadas nas praias em Bournemouth, ao longo da Costa Jurássica de Dorset, também na costa oeste dos Estados.

Estas grandes concentrações já foram apelidadas como “Frota azul”. Infelizmente quando chegam à praia morrem, porque seu habitat natural é em alto mar, onde vivem aos milhares. Quando a maré baixa também pode ocasionar o acumulo de Velella.

Podemos dizer que a Velella velella possui uma cartilagem translúcida azul, que vive parte fora d’água e outra submersa.

 

Não encontrei relatos que alguém tenha Velella Velella no aquário, então não sei informar se ela viverá num, mas certamente gostaria de ter algumas no meu, ficaria bonito flutuando a deriva das ondas geradas pelos Wave-Makers, sob as luzes de leds.

 

Não deixe de ver o vídeo abaixo, você vai gostar.




Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.

Para ver todos os produtos que vendo Comprar Suplementos Marinho