VODKA NO AQUÁRIO

Vodka no aquário

Vodka no aquário

Por que dosar Vodka no aquário marinho?


Porque a Vodka acelera a multiplicação de bactérias no aquário marinho e como sabemos estas consomem os Fosfatos (em menor quantidade) e Nitratos que é prejudicial para o ecossistema. Quando adicionamos carbono orgânico no aquário, neste caso a Vodka, as bactérias se proliferam e irão consumir nutrientes da água, principalmente o Nitrato, consequentemente deixando-a limpa, evitando surto de algas e outros problemas. Para aquários onde os níveis de fosfatos e nitratos estão “zerados” as bactérias não conseguirão se reproduzir de forma eficiente, a adição de bactérias (vendidas em lojas de aquarismo) resolverá este problema. Não deve colocar removedores de fosfatos para quem irá usar este método. Vodka é uma fonte de carbono orgânico, que faz com que as bactérias se multipliquem.

É fundamental um bom Skimmer para eliminar as bactérias cheias de fosfatos, nitratos, etc. Também irá para o Skimmer parte do carbono então colocado. Não pode deixar estas bactérias no aquário, é preciso exportá-las para o Skimmer, pois usamos as bactérias como um meio de filtragem, ou seja, pela fixação de nutrientes através delas, se ficarem no aquário irão morrer e devolver ao sistema todas estas substâncias consumidas.

Como as bactérias heterotróficas irão se multiplicar, com adição de Vodka, mais consumo de oxigênio acontecerá no aquário, mas isto será resolvido com o Skimmer em funcionamento contínuo, pois ele colabora na oxigenação da água.

Não se usa Vodka para eliminar algas e sim para prevenção, multiplicando-se as bactérias, mantendo a água sempre limpa, beneficiando todos habitantes do aquário, inclusive corais. Para remover algas você encontra vários artigos neste site.

Muito útil para aquários que tenham corais duros, pois com a remoção de fosfatos colabora na calcificação destes.

Por que Vodka e não outra bebida alcoólica?

Porque o processo de destilação da Vodka é mais puro e não contêm corantes ou realçadores de sabor, etc. Sua formulação básica é água e etanol.

A Vodka terá que ter 40% de álcool, geralmente se usa Vodka de preço mais barato.

Se você utilizar este método “Vodka” para eliminar fosfatos e nitratos e não ver resultados, terá que fazer uma sifonagem do substrato, pois há muita matéria orgânica nele.

No entanto, outro substituto menos eficiente é o uso de Vinagre de álcool (incolor), pois contém o ácido acético, que também promoverá a proliferação de bactérias para consumirem o Nitrato.  Como o Vinagre é mais “fraco” que a Vodka a dosagem também é bem maior. Há também aquaristas que utilizam o açúcar como fonte de carbono.

Só aconselho, se você for utilizar Vodka ou Vinagre, que ao menor sinal de branqueamento de corais ou stress nos peixes, pare imediatamente com este método (ou reduza a dosagem recomendada pela metade) e procure outros meios de deixar a água cristalina disponíveis neste site.

Note que este processo de adição de Vodka é somente para sistemas onde há uma deficiência na eliminação de Fosfatos, Nitratos, excesso de matéria orgânica dissolvida. Também há outro método, que é para oxidar matéria orgânica dissolvida, consta na página: Algas do Aquário Marinho.

Estas fontes de Carbono irão eliminar o Nitrato, mas não o Fosfato, para elimina-lo deve-se usar mídias com óxido/hidróxido de ferro, vendidas em lojas de aquarismo, ou outros removedores de fosfatos similares. O uso de refúgio com macroalgas irá contribuir muito para redução de fosfatos.

Eu ainda não testei este método porque meus níveis de fosfatos e nitratos estão OK, porém, eu faço sifonagem periodicamente no meu substrato e reponho bactérias, destas que vendem em lojas de aquarismo, quem sabe se eu dosar um pouquinho de Vodka depois da sifonagem evito comprar bactérias?  Assim que fazer o teste vou postar os resultados.

Veja abaixo como dosar Vodka no aquário marinho:

como-dosar-vodka



Para alimento de corais, peixes, invertebrados Clic Aqui.

Para comida de peixes marinhos granulada Clic Aqui.