PEIXE OSCAR

Peixe Oscar

Peixe Oscar



   
PESQUISE ABAIXO SE NÃO ENCONTROU:

PEIXE OSCAR



PEIXE OSCAR, amado por uns odiado por outros.

O peixe Oscar, um ciclídeo (Astronotus ocellatus), chamado por este nome, é o Apaiari, é muito conhecido por sua agressividade e também pelas suas cores. É um peixe de fácil criação, por ser onívoro, aceita comida industrializada, como flocos, pallets ou granulada, sendo a preferida pelos aquaristas visto que as rações contém todas as vitaminas necessárias ao peixe, mas também pode ser diversificada com filé de outros peixes, camarões, crustáceos, insetos, vermes, caracóis, e até outros peixes menores vivos, o importante é diversificar para ele não se acostumar apenas com um tipo de comida, pois senão ficará mais difícil trocar. Você poderá fornecer a comida umas 4 vezes ao dia, e o Oscar deverá comer tudo em menos de 1 minuto, sempre observar se houve sobras de alimento, o que significará que foi em excesso. O Oscar se enquadra na categoria de Peixes Jumbos, e pode viver até seus 10 anos.

Para criar um Oscar no aquário é necessário manter um PH neutro (7.0), porém tolera um pouco ácida ou alcalina, mas sem exagero, o importante é manter estável, preferencialmente mais para ácida. É um peixe agressivo, mas para com seu criador (aquarista) é muito dócil, vai comer na mão e o reconhecerá facilmente, deixando ser acariciado em seu dorso e muito mais.

Oscar é um peixe territorialista, muito brigão, então não é indicado para aquário comunitário, mas é possível manter outros da mesma espécie no mesmo aquário, desde que o aquário seja grande o suficiente, pois ele atingirá seus 30 centímetros quando bem cuidado. Recomendo 150 litros de água, no mínimo, para cada Oscar no aquário. O Oscar fica a maior parte do tempo nadando na parte intermediária do aquário (no meio), e vai para o fundo em busca de comida no substrato, podendo arrancar adornos e plantas para isto, ou até mesmo para sua “distração” ou necessidade, é um peixe muito curioso, porém à noite fica praticamente deitado no substrato. Recomendo um substrato de areia fina e muitas pedras, rochas e troncos, para que ele possa se refugiar ou demarcar seu território. Plantas naturais também podem-se colocar, mas tem que ser plantas que suportem muitas vezes o replantio, porque ele poderá arrancar várias vezes do substrato em busca de alimento, a planta Rabo-de-Raposa é uma delas.

Apaiari

 

 

 

 

 

Como todo peixe em aquário o Oscar necessita de TPAs (Trocas Parciais de Água) semanais, cerca de 20 a 30%, ter bons filtros no aquário e um termostato para que em tempos de frio a temperatura da água não fique menor que 23ºC. O importante é manter a temperatura estável, por volta dos 26ºC., e para reprodução 28ºC. Manter sempre o aquário tampado para que ele não pule para fora. O Oscar gosta da água bem oxigenada, portanto, um oxigenador será indispensável, haja visto que ele não gosta de correnteza forte, então uma bomba de circulação não é viável, a não ser que seja fraca, que não cause muita turbulência na água ou que fique mais na superfície do aquário.

Você até poderá ter um Oscar com outros peixes no mesmo aquário, mas neste caso, o importante é adquirir o Oscar pequeno e outros peixes do mesmo tamanho, e colocá-los ao mesmo tempo no aquário, assim irão se acostumar com os companheiros, embora que a medida que irão crescendo as coisas poderão ficar mais difíceis devido ao territorialismo, e é quase certo que haverá brigas até o dominante matar seus rivais. Nunca coloque um Oscar num aquário já estabelecido com outros peixes. O planejamento é essencial.

Ter um casal de Oscar é uma boa opção, eles se reproduzem facilmente e ficarão juntos sempre, por toda a vida (monogâmico). Para se ter dois casais o aquário tem que ser muito grande, pois haverá brigas por território, será preferível colocar machos ou apenas fêmeas onde se estabelecerá uma hierarquia entre eles, considerando o aquário ter boas tocas para esconderijos e marcação de território.

Existem variações do peixe Oscar: Oscar tigre, Oscar albino, Oscar preto, Oscar véu, Oscar bronze e muitos outros. São variedades incríveis formadas por reprodução seletiva, assim como fazem os criadores de Guppyes. Se você tiver um aquário grande poderá ter estas variações no mesmo aquário.

É muito difícil distinguir o macho da fêmea, geralmente o macho é maior.

A reprodução do Oscar se dá quando atingir a maturidade sexual por volta dos 12 meses de idade, onde a fêmea irá colocar cerca de 1500 a 2500 ovos, enquanto o macho os fertiliza. Antes da desova o casal irá limpar o local escolhido. Após a desova e fertilização, os pais irão agitar suas nadadeiras a fim de oxigenar os ovos. Por volta de 4 dias os ovos irão eclodir e o macho irá transportar os alevinos na boca para um buraco aberto por ele no substrato, onde irá cuida-los até que estes nadem e se alimentem sozinhos.

Esta página é apenas um resumo sobre o Apaiari (Oscar), mas é o suficiente para você iniciar seu aquário com o Oscar, você se encantará, pela sua beleza, suas cores, por seu nado elegante e pela forte personalidade que este peixe tem.

Vendo alguns produtos para aquarismo Comida de Corais